segunda-feira, 6 de outubro de 2014

POV de Rush nunca visto antes de Amor Sem Limites

Aviso: Não leia o capítulo abaixo se você ainda não leu o ultimo livro da trilogia Amor Sem Limites.

Este é um POV de Rush em Amor Sem Limites (esta cena foi originalmente contada no POV de Blaire)



Eu a tinha deixado ficar lá fora tempo suficiente para dizer adeus ao seu pai. Eu não ia ser capaz de ficar aqui dentro por mais tempo. A gravidez tinha feito a minha menina emocional e ver que seu pai estava indo embora seria difícil para ela. Ela ia precisar de mim. Eu abri a porta, exatamente quando seu pai foi embora.

A tristeza em seus olhos fez meu estômago dar um nó. Eu odiava saber que ela estava chateada. Quando ela se moveu em minha direção eu corri descendo as escadas para chegar até ela. Este era meu objetivo na vida manter o sorriso de Blaire em seus lábios perfeitos. Tê-la chateada não era bom. Nunca.

"Você está bem?" Eu perguntei já sabendo que ela não estava.

"Sim. Obrigado novamente por isso. Isso significava mais do que você pode imaginar”, disse ela suavemente.


"Sempre que você quiser vê-lo é só me dizer. Vou trazê-lo de volta novamente. Basta dizer uma palavra." E eu quis dizer isso. Se eu tivesse que ir buscar o filho da puta para cá com minhas próprias mãos eu o amarraria e arrastaria até aqui.

"Eu quero ele aqui para o casamento e quando o bebê nascer. Eu quero que ele conheça seu neto. Ele não tem ninguém além de mim. Nosso filho vai ser sua família também.”

"OK. Eu vou ter uma passagem comprada para ele e tudo pronto na hora que precisarmos dele.”

Blaire olhou para mim com seus grandes olhos azuis brilhando com a adoração que me deixava de joelhos. Isso era tudo o que precisava dela. Um olhar e eu estava perdido.

"O que mudou você? Você está completamente diferente daquele cara que eu conheci em junho,” disse ela sorrindo para mim.

Deus será que ela ainda precisava perguntar? Eu deslizei minha mão pelo seu cabelo e deixei meus dedos se enroscarem em seus cachos sedosos.  ”Essa doce, determinada, loira sexy como o inferno entrou na minha vida e me deu uma razão para viver”

Ela começou a dizer algo quando seus olhos se arregalaram e ela agarrou meu braço, puxando minha mão para sua barriga. “Rush, ele está me chutando,” ela disse num sussurro assustado.

Eu senti o movimento dentro dela e meu peito apertou. Eu coloquei minhas mãos em sua barriga e encarei o milagre que eu estava sentindo, completamente pasmo. ‘Eu posso senti-lo,” eu consegui dizer através da emoção que fechava minha garganta. E como se eu tivesse pedido para nosso bebe se mexer, ele se mexeu de novo.

“Fale com ele, Rush,” Blaire me encorajou. Ele estava obviamente reagindo a minha voz. Dessa vez eu literalmente fiquei de joelhos para estar mais próximo do nosso bebe, se ele estava me ouvindo eu ia tornar ainda mais fácil pra ele.

“Ei, você,” Eu disse incerto do que eu deveria supostamente dizer agora que eu estava aqui. Isso pareceu ser o suficiente porque o movimento foi imediato. Eu olhei para Blaire. “Ele me ouve,” Eu disse, mais para mim mesmo do que para ela.

Ela balançou a cabeça. “Sim, ele escuta. Fale com ele.”

“Então, como é aí dentro? A barriguinha da mamãe é tão fofa por dentro com é por fora?”

A risada da Blaire por causa da minha pergunta foi seguida por outro chute. Isso era incrível.

“Já sabia que era. Você é sortudo. A mamãe é linda mas você verá isso em breve. Nós seremos os dois cara mais sortudos do mundo.”

Outro movimento. Nosso bebe estava me escutando. Ele estava dentro de Blaire e ainda assim me reconhecia.

”Você fique bonzinho aí dentro. Nós estamos ajeitando as coisas pra você aqui fora, aproveite esse lugar quentinho por enquanto.”

Eu acariciei sua barriga amando a sensação de tocar sua pele e  saber que ela carregava nosso filho em segurança dentro dela. “Ele está realmente aí dentro. Ele pode nos ouvir.”

Blaire riu de novo. A alegria em seu olhar refletia exatamente o que eu estava sentindo. “Eu venho sentindo ele a algum tempo, mas nada desse jeito.”

Nada na vida tinha me preparado pra isso. “Deus, Blaire, isso é incrível.” Eu pressionei um beijo em sua barriga e me levantei.

“É mesmo, não é?” ela concordou sorrindo com orgulho

“Me diga quando ele fizer isso de novo,” eu disse a ela. Esse era mais um momento que eu nunca pensei que presenciaria. Por causa do meu anjo, recebi esse presente.


Sinta-se livre para pegar post's nossos, mas DEEM OS DEVIDOS CRÉDITOS!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário